02 de Junho, 2016

Lideranças do saneamento propõem ações ao MCidades

A Assemae é signatária do documento entregue ao ministro Bruno Araújo, com recomendações para o setor de saneamento. 

Representantes de entidades nacionais do setor de saneamento básico foram recebidos na quarta-feira, 01º de junho, pelo atual ministro das Cidades, Bruno de Cavalcante Araújo, com o objetivo de debater a construção de propostas para o fortalecimento da agenda do saneamento no país. O presidente da Assemae, Aparecido Hojaij, e o secretário executivo da entidade, Francisco Lopes, participaram da reunião conjunta em Brasília, apresentando as demandas do setor na vertente municipalista.

Com a presença do secretário nacional de Saneamento Ambiental, Alceu Segamarchi Junior, a reunião foi articulada pelo deputado federal João Paulo Papa (PSDB/SP) e coordenada pelo presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), Dante Ragazzi Pauli. Na ocasião, o grupo entregou ao ministro um documento elaborado pelas entidades, que propõe uma série de ações, de curto e médio prazo, relacionadas ao avanço do saneamento básico no Brasil.

O ministro acolheu as recomendações apresentadas, colocando-se à disposição das entidades para a formatação de políticas que garantam melhor qualidade de vida nas cidades. Segundo ele, a ideia é construir uma agenda de trabalho a partir das propostas debatidas com a sociedade civil, inclusive, no que se refere ao saneamento básico. Sob essa perspectiva, o ministro solicitou uma nova reunião junto às entidades do setor para o dia 05 de julho, buscando a união de esforços na construção de um país mais sustentável.

Conforme destaca o presidente Hojaij, a reunião foi extremamente positiva do ponto de vista técnico e político, sobretudo, porque o ministro reiterou sua preocupação com o desenvolvimento do saneamento brasileiro. “A Assemae e as demais entidades do setor se unem nessa agenda propositiva, por acreditar que a somatória de forças é o caminho para tornar o saneamento básico uma pauta permanente em nosso país”.

Além da Assemae e da ABES, participaram do encontro representantes da Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais (Aesbe), Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON), Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente (APECS), e da Associação Brasileira dos Fabricantes de Materiais e Equipamentos para Saneamento (ASFAMAS).

Acesse o documento completo: Clique aqui. 

Última modificação em Quinta, 02 Junho 2016 10:27
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação