Imprimir esta página
15 de Maio, 2018

48º CNSA trará debate sobre a segurança hídrica

48º CNSA trará debate sobre a segurança hídrica

A Mesa-Redonda ocorrerá dia 29 de maio, das 14h às 16h, na Sala 3. 

Entre os variados temas do 48º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae, a preocupação com a segurança hídrica e a gestão integrada das águas subterrâneas será o assunto abordado pela sétima mesa-redonda do evento. O debate ocorrerá no dia 29 de maio, das 14h às 16h, sob a coordenação do assistente técnico da Superintendência do Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa/SP), Norberto Padovanni Pinto.

Estão confirmados como palestrantes os seguintes especialistas: José Paulo Netto (presidente da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS); Thales de Queiroz Sampaio (assessor da Diretoria de Hidrologia e Gestão Territorial da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais - CPRM); e Itabaraci Cavalcante (professor do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará - UFC).

Devido aos diversos impactos sociais, econômicos e ambientais, a segurança hídrica deve fazer parte das estratégias de desenvolvimento em todos os países. A demanda por água está aumentando a cada dia, como consequência de padrões de vida mais altos, de taxas crescentes de urbanização e da expansão de atividades produtivas, como a agricultura para exportação e os serviços ligados ao turismo. Tudo isso, combinado com os sérios efeitos da mudança climática, que ocasionam fortes inundações e secas, faz com que o conceito de segurança hídrica se torne ainda mais relevante.

Balanço divulgado pela Agência Nacional de Águas (ANA) referente ao ano passado mostra um caminho de desafios e lições aprendidas durante as recentes dificuldades de abastecimento para combater a falta de água no país. Segundo o documento, os efeitos da mudança climática global não devem ser ignorados e, para isso, é importante investir em infraestrutura adequada e agir para integrar a gestão de riscos entre os órgãos públicos. Além disso, também é preciso otimizar o uso e o armazenamento da água no país. Este debate promete atrair a atenção dos participantes no 48º Congresso da Assemae.

Sobre o evento

O 48º Congresso Nacional de Saneamento da Assemae será realizado de 27 a 30 de maio, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. A programação terá mesas-redondas, painéis, minicursos, apresentações de trabalhos, exposições de tecnologias e feira de saneamento básico. São esperados mais de dois mil participantes.

Inscrições e informações disponíveis no site: www.assemae.org.br/congressonacional. 

Última modificação em Terça, 15 Maio 2018 11:37