29 de Mai, 2019

Porto Alegre diminui impactos da chuva

Porto Alegre diminui impactos da chuva Foto: Cristine Rochol/PMPA

Alagamentos, queda de árvores e acúmulo de lixo têm sido os principais desafios enfrentados pela prefeitura.

 

A prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), atua desde a madrugada desta terça-feira, 28, para minimizar os impactos da chuva forte que começou na noite de segunda-feira (27). A prioridade das ações é para locais que apresentem riscos à população e vias de grande circulação que apresentem bloqueios totais ou parciais.

Até as 18h desta terça-feira, 28, as Equipes de Manejo Arbóreo atuaram em pelo menos 12 casos envolvendo quedas de árvores e cinco de quedas de galhos. Somam-se ainda profissionais das equipes de zeladoria urbana do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), que atuam na limpeza e no recolhimento de lixo espalhados pelo evento climático. Há também equipes de plantão para casos de alagamentos ou acúmulo de água, além da realização de serviços nas redes pluviais danificadas.

Para que os técnicos tomem conhecimento dos casos, com posterior envio das equipes, pede-se a colaboração da população para que faça o registro de demandas via Sistema Fala Porto Alegre 156.

Alagamentos no Sarandi - Para tentar minimizar os impactos dos alagamentos no bairro Sarandi, as equipes da Coordenação de Águas Pluviais, desde 1º de maio sob a gestão e operação do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), realizaram nesta terça-feira a limpeza do canal de chegada das águas pluviais à Casa de Bombas nº 10 (CB10 - que atende parte do Sarandi). A ação foi feita com auxílio de retroescavadeiras. Equipes do DMLU também trabalharam no bairro fazendo a limpeza das vias e retiraram aproximadamente 1 tonelada de resíduos até o início da tarde.

Um dos equipamentos da CB10 sofreu avarias na madrugada devido à grande quantidade de lixo descartado de forma irregular no canal, e a equipe do Dmae esteve no local e, por volta das 4h da manhã, voltou a funcionar. O Arroio Sarandi consta na programação como o próximo local a receber a dragagem.

A região sofre historicamente com alagamentos devido à insuficiência de redes que deixaram de ser feitas nas últimas décadas. No entanto, a prefeitura tem realizado uma série de intervenções, desde limpeza de bocas de lobo a obras no sistema de drenagem (como na Rua 25 de Dezembro) e entregou ainda nesta gestão a Casa de Bombas Vila Minuano que está em pleno funcionamento. Também aumentou a capacidade das Casas de Bombas da cidade de 40% em 2017 para 80% atualmente.

Última modificação em Quarta, 29 Mai 2019 16:52
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação