19 de Março, 2020

COVID-19: Orientações para os serviços de saneamento

Faça a sua parte e colabore com a segurança de todos!

A Assemae alerta seus associados e demais profissionais do setor de saneamento básico sobre a necessidade de adotar medidas contra a COVID-19. As recomendações são necessárias para garantir a saúde e segurança dos trabalhadores que atuam nos serviços de saneamento básico, buscando assegurar o abastecimento de água potável nos municípios.

Para tanto, é necessário:

  • Adquirir máscaras e álcool em gel para distribuição em todos os setores do serviço de saneamento;
  • Ampliar a distância entre as ilhas de trabalho dos servidores para evitar o contato físico;
  • Manter portas e janelas abertas para promover a ventilação do ambiente. Nos veículos é importante rodar com os vidros abertos em substituição ao ar condicionado;
  • Higienizar os veículos com álcool em gel, sobretudo o volante, câmbio e maçanetas das portas;
  • Ampliar a limpeza de banheiros e espaços comuns em todos os setores, inclusive nas instalações de captação e tratamento de água. A limpeza deve ter atenção especial para locais como maçanetas, telefones, teclado de computadores, mouses, corrimãos, e interruptores de luz;
  • Realizar campanha de conscientização interna para incentivar a colaboração dos servidores, orientando sobre a importância de manter o isolamento social e os cuidados com a higiene pessoal e do ambiente;
  • Aumentar o controle no estoque de produtos químicos usados nas estações de tratamento, prevendo um possível período de desabastecimento caso a situação se agrave;
  • Incentivar o atendimento à distância para evitar a aglomeração de pessoas nos espaços físicos do serviço de saneamento. O atendimento pode ser solicitado via telefone, site ou aplicativo de mensagens. Nos casos em que o atendimento presencial seja imprescindível, recomenda-se que os usuários aguardem em local externo com livre circulação de ar;
  • Quando possível, estimular a prática de home office entre os servidores, ou seja, o trabalho em casa durante o período de proliferação da doença;
  • Suspender as viagens de servidores a congressos, cursos, treinamentos e demais atividades com a concentração de pessoas;
  • Planejar estratégia de ação para o eventual aumento no consumo de água, uma vez que as pessoas ficarão mais tempo em casa por conta do isolamento social recomendado pelas autoridades sanitárias;
  • Considerar as dificuldades no pagamento das contas de água e esgoto, o que pode provocar uma crise financeira para o serviço local de saneamento;
  • Afastar os profissionais que apresentem os sintomas da doença;
  • Proibir a visitação pública em estações de tratamento, museus e demais espaços coletivos do serviço de saneamento.

 

Sintomas:

Os sintomas da COVID-19 envolvem febre, cansaço e tosse seca. Parte dos pacientes pode apresentar dores, congestão nasal, coriza, tosse e diarreia. Alguns doentes podem ser assintomáticos, ou seja, estarem infectados pelo vírus, mas não apresentarem sintomas.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a estimativa é que o período de incubação do vírus seja de 1 a 14 dias, ou seja, o vírus teria esse tempo para se manifestar. O mais comum é a manifestação por volta de cinco dias.

Faça a sua parte e colabore com a segurança de todos!

Última modificação em Quinta, 19 Março 2020 09:50
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação