29 de Julho, 2020

Uberlândia avança em obras de nova ETE

A nova estação atenderá 385 mil habitantes e dobrará a capacidade de tratamento no setor leste do município. 

Uma estação elevatória de esgoto que é construída no Bairro Aclimação, setor Leste de Uberlândia (MG), deverá atender 385 mil habitantes. As obras, que começaram em junho, devem terminar em seis meses e o valor estimado de investimento é de R$ 5,8 milhões.

A estrutura vai substituir a estação que funciona no local há quase 30 anos e deve dobrar a capacidade de captação e tratamento neste vetor de Uberlândia. As informações são do Departamento Municipal de Água e Esgoto de Uberlândia (Dmae).

Segundo o diretor técnico da autarquia, Geraldo Silvio, a estação que será substituída foi a primeira construída em Uberlândia e já atingiu a capacidade total de operação. Ao mesmo tempo, essa região da cidade passa por expansão imobiliária, o que aumentou a demanda de infraestrutura.

"A função básica de uma estação assim é pegar esgoto e transportar para estação de tratamentos, tirar de uma região e manda para outra. Uma das vantagens será que os córregos da antiga estação já estão saturados e com desativação o forte odor vai desaparecer", afirmou o diretor.

Crescimento da cidade

Dados municipais apontam que o setor Leste é uma das regiões que mais crescem em Uberlândia. A reportagem do MG1 constatou vários empreendimentos em construção, condomínios horizontais e verticais.

Segundo estimativa da Prefeitura, a população local – que atualmente é de cerca de 160 mil pessoas – vai aumentar muito nos próximos anos, o que gera a necessidade deste tipo de obra.

Córrego

O córrego a qual Geraldo Silvio se referiu é o Perpétua, que passa ao lado da estação de tratamento de esgoto. Ele recebe os resíduos resultantes do tratamento, e quem passa pela região percebe o mau cheiro.

"Não vai ter o mau cheiro, pois o córrego vai acabar sendo revitalizado porque deixa de receber os efluentes", completou.

Obras adjacentes

A obra com recursos do Dmae ficará concentrada no Aclimação. A tubulação que vai ligar a estação elevatória à Estação Uberabinha, distante 13 quilômetros, vai ser feita por empresários, que têm empreendimentos na região.

Segundo apurou a reportagem da TV Integração, a doação por parte de pessoas físicas e jurídicas está prevista numa lei municipal de 2016, que foi alterada em março deste ano, com a inclusão da estação do Aclimação. O valor do investimento feito pelos empresários não foi informado.

Saneamento em Uberlândia

Neste ano de 2020, segundo a entidade Trata Brasil, a cidade ocupa a quinta posição no ranking brasil de saneamento básico, posição significativa, considerando que há mais de 5.500 municípios no país.

Em Uberlândia, 98% do esgoto da cidade é coletado, e 100% do esgoto coletado é tratado, segundo dados do Instituto Trata Brasil, atualizado em 2018.

Fonte: Portal G1

Última modificação em Quarta, 29 Julho 2020 10:22
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação