13 de Fevereiro, 2017

Dmae Poços inicia manutenção de esgoto

Programa de manutenção e recuperação de emissários de esgoto do Dmae pretende manter os rios e córregos limpos.

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Poços de Caldas está iniciando pela Avenida Mansur Frayha e, posteriormente, nos bairros São Bento e Jardim Kennedy, um programa de manutenção e recuperação de emissários de esgoto. Segundo o engenheiro Wellington Rangel, responsável pelo programa, o objetivo é realizar a manutenção preventiva e corretiva dos emissários e manter os rios e córregos limpos, evitando que a população fique exposta ao mau cheiro e a outros problemas.

"Há algum tempo não se fazia este trabalho de manutenção preventiva e corretiva dos emissários de esgoto. Por se tratar de tubulações antigas de cimento e com maior rugosidade, muitos dejetos ficam depositados no fundo, prejudicando o escoamento dos resíduos sejam eles domésticos ou industriais. Além disso, temos o problema das ligações clandestinas com as águas pluviais chegando até os coletores de esgoto. Iremos rastrear paulatinamente os emissários, bem como fazer um mapeamento dos ribeirões, resultando em um diagnóstico e tomando as providências necessárias buscando preservar a saúde da população e do meio ambiente. Estamos iniciando o trabalho na Mansur Frayha e na sequência, iremos atender o São Bento e o Jardim Kennedy. Em alguns casos, somente a limpeza resolve. Em casos mais graves, por exemplo, quando a rua afunda, o estágio já está avançado e daí é necessária a troca da tubulação", afirmou o engenheiro Rangel.

Problemas

Um dos grandes problemas encontrados nas tubulações de esgoto consiste no entupimento das mesmas, devido, entre outras situações, ao mau uso das pessoas que jogam objetos estranhos nos vasos sanitários e, em alguns casos, diretamente nos poços de visita. Os objetos que, comumente, são mais encontrados na rede são: cigarro, cotonete, fralda, fio dental, cabelos, absorvente higiênico, preservativo, algodão, gaze, cigarro, embalagens de shampoo, entre outros. Além destes, o óleo de cozinha que se jogado na pia pode gerar o refluxo do esgoto nas residências. Todas estas práticas podem comprometer toda a rede coletora de esgotos, gerando grandes gastos com manutenção. “Além dos serviços de manutenção preventiva e corretiva, nossa ideia é realizar um trabalho de conscientização lembrando as pessoas que cuidar bem do esgoto e da água, não é apenas dever do Dmae, mas de toda população” concluiu Rangel.

Fonte: Dmae Poços de Caldas

Última modificação em Segunda, 13 Fevereiro 2017 16:13
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação