26 de Junho, 2019

Semae (RS) e UFRGS assinam convênio

O Plano Diretor de Drenagem Urbana gerará economia de R$ 5 milhões ao Semae de São Leopoldo (RS).

 

Na tarde desta segunda-feira (24), o Semae e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) assinaram convênio para o desenvolvimento do Plano Diretor de Drenagem Urbana de São Leopoldo (RS).

Na cerimônia, realizada no gabinete do reitor Rui Vicente Oppermann, estiveram presentes o prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi; o diretor-geral do Semae, Nestor Schwertner; o diretor adjunto da autarquia, Verner Loh; o diretor-presidente da Fundação Empresa-Escola de Engenharia da UFRGS (FEEng), Flávio Fogliatto; o diretor do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH), Carlos André Bulhões Mendes; e o coordenador do projeto na UFRGS, Joel Avruch Goldenfum.

Em sua fala, Goldenfum explicou que um dos grandes objetivos do convênio é a transferência de conhecimento. "É preciso destacar que não entregaremos um pacote pronto. Trabalharemos em conjunto com o Semae e em conjunto com a Prefeitura para buscarmos a melhor solução para o município", disse.

O reitor da instituição, Rui Vicente Oppermann, reafirmou a importância da troca de experiências. "Mais do que prestar um serviço, vamos oportunizar aprendizado aos alunos envolvidos no projeto. Além disso, iremos gerar conhecimento a partir de uma demanda concreta da sociedade. Por isso, precisamos festejar esta parceria e este trabalho", declarou.

Nestor Schwertner, diretor-geral do Semae, enfatizou o resultado final do projeto. "O estudo, que vai proporcionar interação entre a Universidade e o município, vai se tornar um patrimônio da nossa cidade", afirmou.

O prefeito Ary Vanazzi expressou orgulho pela parceria firmada. "Muito nos satisfaz, na atual conjuntura, poder fazer o debate sobre o saneamento e também pensar estrategicamente o planejamento da nossa cidade, que só existe por causa dos mais de 20 quilômetros de diques. O desafio é grande, mas com o conhecimento produzido pela Universidade toda a nossa comunidade será beneficiada", concluiu.

 

Sobre o plano

O Plano Diretor de Drenagem Urbana será constituído ao longo de 24 meses. O estudo, desenvolvido por professores e bolsistas do Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS, contará com diferentes etapas, buscando soluções no âmbito técnico e ambiental, considerando as variáveis da urbanização e seus efeitos, por exemplo. A parceria irá gerar economia de R$ 5 milhões à autarquia. O projeto orçado pelo governo anterior em R$ 6,2 milhões agora custará R$ 1,1 milhão (parcelado em dois anos) e será desenvolvido em conjunto pelo IPH e técnicos do Semae e da Prefeitura de São Leopoldo.

Última modificação em Quarta, 26 Junho 2019 15:40
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação