07 de Agosto, 2019

Jaraguá do Sul substitui redes de amianto

A iniciativa faz parte do Plano de Ampliação de Saneamento (PAS), com investimentos de R$ 57 milhões. 

O Samae de Jaraguá do Sul (SC) está prestes a dar início a mais uma obra do Plano de Ampliação de Saneamento (PAS), lançado oficialmente no último dia 24 de junho e que tem previsão de investimentos de R$ 57 milhões ao longo de 2019 e 2020, em obras para melhorar os sistemas de água e esgoto no município, além de ações nas áreas de meio ambiente e de resíduos sólidos. A autarquia da Prefeitura de Jaraguá do Sul investirá R$ 3.2 milhões na substituição de redes de amianto – algumas com 50 anos de uso –, por redes novas de PVC, num trecho de 8.440 metros, em 14 ruas do município.

As redes de cimento amianto foram usadas em larga escala nos sistemas de abastecimento de água, mas encontram-se obsoletas e frágeis. “É o caso da rede de amianto que faz a distribuição de água na Rua João Planincheck, no Bairro Nova Brasília, e que rompeu duas vezes no último sábado (3), a poucos metros de distância e num intervalo de poucas horas”, comentou o presidente do Samae, Ademir Izidoro, acrescentando que as equipes da Diretoria de Obras trabalharam no local duas vezes no mesmo dia. “A manutenção destas redes está cada vez mais complicada. Elas possuem tecnologia obsoleta, baixa confiabilidade técnica, elevados custos e dificuldades de manutenção devido aos rompimentos, principalmente”, disse ainda. Atualmente, segundo Izidoro, existem mais de 17 quilômetros de redes de amianto em Jaraguá do Sul e que precisarão ser substituídas.

A proposta de substituição das redes de cimento amianto ou fibrocimento, faz parte do Programa de Controle e Redução de Perdas, que integra o PAS e visa reduzir as perdas de água tratada, cujo índice atual é de 34%. “Tal redução no índice de perdas é de extrema importância, pois está diretamente relacionada com a redução dos custos de produção e contribuirá para a eficiência técnica e financeira do Samae, que assim, terá melhores condições de investir de forma mais sustentável”, destaca Ademir Izidoro.

As ações propostas foram priorizadas de acordo com o Plano Municipal de Saneamento Básico e darão condições de atuar com intervenções de maior impacto na redução do índice de perdas de água.

Fonte: Samae Jaraguá do Sul

Última modificação em Quarta, 07 Agosto 2019 10:44
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação