09 de Março, 2016

Assemae debaterá desafios do saneamento na CNBB

O evento abordará o saneamento básico enquanto tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016.

No próximo dia 11 de março, o presidente da Assemae, Aparecido Hojaij, será debatedor de mesa-redonda sobre o saneamento básico enquanto tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016. O evento ocorrerá na Regional Sul da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em São Paulo, sob a iniciativa do deputado federal João Paulo Papa (PSDB/SP), que coordenou a Subcomissão Especial da Universalização do Saneamento Básico e do Uso Racional da Água (SubÁgua), na Câmara dos Deputados.

Além de Hojaij, participarão do debate os seguintes especialistas: bispo Dom Fernando Legal (responsável pela Campanha da Fraternidade no estado de São Paulo); padre Antônio Carlos Frizzo (coordenador da Campanha da Fraternidade no estado de São Paulo); Dante Ragazzi Pauli (presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental – ABES); Édison Carlos (presidente-executivo do Instituto Trata Brasil); José Tadeu da Silva (presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia - Confea); Malu Ribeiro (coordenadora do Programa Rede das Águas da Fundação SOS Mata Atlântica); Luiz Roberto Gravina Pladevall (presidente da Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente - APECS); e o deputado estadual Pedro Tobias, do PSDB/SP.

Na ocasião, o presidente da Assemae abordará a importância de universalizar o saneamento básico, com qualidade, controle social e sustentabilidade. Segundo Hojaij, a Campanha da Fraternidade vem fortalecer a necessidade de priorizar o saneamento como direito humano, principalmente, para aqueles excluídos. “Por se tratar de uma iniciativa já consolidada e de alta credibilidade no país, a Campanha é importante no sentido de que as igrejas reflitam a realidade do saneamento básico no país e cobrem o avanço das políticas destinadas ao setor”, destaca.

Com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade”, a Campanha da Fraternidade Ecumênica foi lançada no dia 10 de fevereiro, incluindo a participação de outras igrejas cristãs além da Católica. O lema que acompanha o tema está baseado na passagem bíblica de Amós, capítulo 5, versículo 24: “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”.

A mobilização pretende empenhar-se, à luz da fé, na luta por políticas públicas e atitudes responsáveis que promovam a integridade do meio ambiente. Uma das novidades da edição de 2016 é a presença da Misereor, instituição fundada pela Igreja Católica da Alemanha que apoia projetos de cooperação destinados ao desenvolvimento da Ásia, África e América Latina.

A Campanha é realizada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) e assumida pelas igrejas-membro: Católica Apostólica Romana, Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Episcopal Anglicana do Brasil, Presbiteriana Unida do Brasil e Sírian Ortodoxa de Antioquia. Além dessas igrejas, estão integradas à Campanha a Aliança de Batistas do Brasil, Visão Mundial e Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular (CESEEP).

Última modificação em Quinta, 10 Março 2016 12:44
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2022 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação