11 de Setembro, 2019

DAE debate plano de recursos hídricos

O documento vai avaliar os cenários de demanda atual e futura de água em Jundiaí. 

A DAE Jundiaí (SP) abriu as discussões sobre o estudo para formulação do Plano Municipal de Recursos Hídricos (PMRH). Na terça-feira (27/08), a equipe se reuniu com membros do Comdema (Conselho Municipal de Meio Ambiente); já na quinta-feira (29), foi a vez do CMPT (Conselho Municipal de Política Territorial) conhecer mais detalhes sobre o levantamento.

De acordo com a Diretoria de Mananciais, em breve, um calendário, que vai incluir duas conferências municipais e encontros com a população, será divulgado, para que todos os membros da sociedade possam ser ouvidos.

O PMRH será norteado por cinco eixos: disponibilidade hídrica, uso e ocupação do solo, bacias hidrográficas, mananciais atuais e potenciais e realidade social. O documento vai avaliar os cenários de demanda atual e futura de água, além de ser uma das diretrizes, dentro do Plano Diretor do Município, para o desenvolvimento e a gestão ambiental do município.

“Quando concluído, o Plano vai fornecer subsídios para a gestão sustentável dos recursos hídricos da cidade, dentro de um cenário de 20 anos”, explica o diretor de Mananciais da DAE, Martim Ribeiro.

O estudo para elaboração do documento é coordenado pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). A previsão é de que o Plano Municipal de Recursos Hídricos seja entregue no início do próximo ano.

Fonte: DAE Jundiaí

Última modificação em Quarta, 11 Setembro 2019 09:54
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2019 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação