02 de Junho, 2020

Daerp investirá R$ 1 milhão em esgoto

As obras vão beneficiar moradores de quatro bairros de Ribeirão Preto (SP). 

O Daerp concluiu as duas licitações que estavam abertas para a construção de 2.166 metros de redes coletoras de esgoto. As obras, que deverão ter início no mês de junho, irão beneficiar moradores de quatro bairros de Ribeirão Preto (SP) da zona oeste. O valor total da obra é de R$ 1.061.826,66. Parte do valor, R$ 909,5 mil são recursos conseguidos, a fundo perdido, no Fehidro – Fundo Estadual de Recursos Hídricos.

A primeira licitação prevê a construção de 1.365 metros de redes coletoras de 250 milímetros nas avenidas Luiz Galvão César e na rua Elpídio Faria, além da interligação com o interceptor instalado na margem esquerda do córrego dos Campos. A licitação estava orçada em R$ 734.317,25 e foi vencida pela empresa Amaralina Construções e Empreendimentos Ltda. pelo valor de R$ 623.466,70, uma redução de 15,09%. Esta obra irá beneficiar os moradores do Parque das Andorinhas e Planalto Verde.

A segunda licitação é para a implantação de 751 metros de rede coletora em parte da avenida Patriarca até a avenida Aniceto dos Santos e a interligação com o interceptor na margem do córrego Vista Alegre.  O valor da obra foi estimado R$ 499.681,35 e foi vencido pela empresa Esteio Construções e Projetos Ltda. pelo valor de R$ 438.359,96, 12,27% a menos do que o estimado. A obra beneficiará os moradores do Parque Ribeirão Preto e do Jardim Branca Sales.

Segundo explicou o engenheiro Danilo Rezende, responsável pelo projeto das duas redes coletoras, a previsão é que as obras tenham início no mês de junho e o prazo de execução dos dois trechos é de quatro meses. Com a instalação das novas redes terá fim um problema antigo de extravasamento das redes de esgoto nestas regiões.

12 anos

O Daerp ficou 12 anos sem receber recursos do Fehidro. A última liberação ocorreu em 2008. A liberação dos recursos é reflexo de bons projetos e de gestões do prefeito Duarte Nogueira junto ao governo estadual.

Os convênios para a liberação dos recursos a fundo perdido (não reembolsáveis) ocorreu no dia 13 de fevereiro deste ano na Secretaria de Estado do Meio Ambiente com a presença do superintendente do Daerp, Afonso Reis Duarte.

Fonte: Daerp Ribeirão Preto

Última modificação em Terça, 02 Junho 2020 10:57
Mais nesta categoria:
ASSEMAE © 2020 | Todos os direitos reservados Desenvolvido por Trídia Criação